Mulheres são mais susceptíveis a doenças associadas ao stress


Testes em ratos mostram que machos têm proteína reguladora inexistente nas fêmeas

Mulheres têm o dobro de probabilidade de desenvolverem  doenças associadas ao stress
Mulheres têm o dobro de probabilidade de desenvolverem doenças associadas ao stress

As mulheres têm o dobro da probabilidade de desenvolverem doenças associadas ao stress, tais como depressão e stress pós-traumático, em comparação com os homens.

No estudo, publicado no Molecular Psychiatry, os autores verificaram que, nos animais, os machos beneficiam de uma proteína que regula e diminui os sinais de stress no cérebro. Esta proteína não está presente nos ratos fêmea do estudo.

Além disso, a equipa descobriu que uma segunda proteína que ajuda a processar os tais sinais de stress, potenciando-os, é mais activa nas fêmeas do que nos machos.
Estas diferenças dinâmicas só foram observadas nos ratos.

No entanto, os investigadores acreditam que, se o mesmo for verificado no ser humano, podem ser desenvolvidos tratamentos a longo prazo tendo como alvo essas diferenças no processamento molecular do stress.

Fonte: Ciência Hoje Portugal

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: